Cerimónia do VI Prémio Nacional da Mobilidade em Bicicleta – 21 de Setembro de 2011

  • Data: Quarta-feira, 21 de Setembro de 2011 às 18:07

Cartaz_2011_alterado

Realizou-se no dia 21 de Setembro de 2011 no Auditório do Metropolitano de Lisboa a VI edição do Prémio Nacional da Mobilidade em Bicicleta.

Nesta cerimónia, para além da entrega dos prémios, foi divulgada a posição da FPCUB sobre a Mobilidade Alternativa, tema da Semana Europeia da Mobilidade 2011, que pode consultar em anexo.

 

 

Cidadania

Raid Europa 5000 – João Esgalhado e Jorge Silva, residentes na Covilhã, pedalam juntos há mais de 15 anos e realizaram uma viagem de bicicleta entre a Rússia e Portugal, num total de cinco mil quilómetros, com passagem por 11 países, durante dois meses, com partida de São Petersburgo a 21 de Junho, Chegada à Covilhã a 21 de Agosto, o percurso foi realizado sem qualquer carro de apoio e com total autonomia, percorreram diariamente cerca de cem quilómetros, em 47 etapas.

O objectivo além da aventura, foi divulgar e angariar verbas para duas instituições de solidariedade às quais familiares de ambos têm ligação: a CERCI de Oeiras e a Associação Pela Esclerose Lateral Amiotrófica.

Jorge Silva, professor, de 53 anos, e João Esgalhado, de 51 anos, vereador da Câmara Municipal da Covilhã. Com a iniciativa, promoveu a mobilidade em bicicleta, deram notoriedade à região e promoveram valores ambientais, através de vídeos e imagens que passaram a ser publicados no blog criado para o efeito, byebike.wordpress.com, onde foi possível acompanhar o roteiro dos dois ciclistas.

Humberto Candeias – Simplesmente Bicicleta – Humberto Candeias tem contribuído com a sua intervenção cívica junto da sua entidade empregadora através dos trabalhadores e colegas da SIC, promovendo o uso da bicicleta como meio de transporte. Começou por ser um blog de sua autoria e evoluiu para o Simply Commuting, com textos de elevada qualidade e críticos relativos à sociedade em geral, conseguindo sempre associar estas temáticas à utilização da bicicleta tornando-a assunto central no seu site (simpleycommuting.net).

Tem colaborado voluntariamente com a FPCUB na sua qualidade de repórter de imagem, auxiliando igualmente todos os trabalhos da FPCUB.

 

Comunicação Social – Escrita

Ciclismo a Fundo – Ciclismo a fundo é uma revista especializada que abrange a utilização da bicicleta de estrada na vertente desportiva e lúdica. Aos artigos de grande interesse é ainda engrossada com informação de Mecânica, Saúde, Lazer, entre outros. Conjuntamente com a Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB), promovem e divulgam o uso da bicicleta como meio de transporte, bem como as actividades de lazer da FPCUB.

Freebike – A Freebike é uma revista de distribuição gratuita em lojas da especialidade que tem vindo a evoluir ao longo do tempo, acompanhando as tendências da utilização da bicicleta em Portugal, criando os seguintes conceitos, “ser free é poder escolher entre ir de carro e ficar nas filas de trânsito, ir de transportes públicos ou ir de bicicleta, ser free não é esbanjar dinheiro, é ter o melhor a custo zero”. Esta filosofia relaciona-se com a sustentabilidade e com a mobilidade em bicicleta.

 

Comunicação Social – Online

Jornal Ciclismo – O Jornal Ciclismo foi uma publicação em papel não diária, hoje é editado diariamente online, como novo meio de informação ao serviço de todos, profissional e actualizada sobre a utilização da bicicleta.

O sítio www.jornalciclismo.com, tem várias actualizações ao longo do dia, permitindo a inserção de conteúdos sobre as actividade de Estrada, BTT, lazer e das novidades do mercado de produtos velocipédicos. Desta forma promove o uso da bicicleta em geral e divulga actividades da FPCUB proporcionando uma maior divulgação, onde é possível que cada texto seja comentado pelos cibernautas permitindo troca de informação e discussão sobre temas actuais da utilização da bicicleta e ainda divulgação e promoção da mesma como meio de transporte ou mobilidade inteligente.

 

Empresas

Cenas a Pedal – Criada para colmatar uma carência sentida pelos fundadores, a nível de oferta de soluções de transporte utilitário em bicicleta, a Cenas a Pedal é a primeira e ainda única empresa portuguesa dedicada a servir, exclusivamente e a tempo inteiro, um estilo de vida baseado na bicicleta, focando-se nas mulheres, nas crianças, nos pendulares, nas famílias, nas empresas, e nas pessoas com necessidades especiais.

Expor mais pessoas a novas soluções de mobilidade e divertimento, amigas do ambiente e da saúde, falando directamente com elas, mostrando-lhes as opções disponibilizadas, oferecendo-lhes a oportunidade de experimentarem e partilhando experiências. Estes foram os objectivos que a Ana Pereira e o Bruno Santos delinearam quando constituíram a Cenas a Pedal, no final de 2006. Desde então, sempre se pautaram pela inovação e distinção na área da mobilidade em bicicleta

 

Empresas de Transportes Colectivos

Fertagus – Pela apresentação este ano da sua Carta de Princípios assente em cinco eixos estratégicos definindo o seu compromisso para uma gestão sustentável, nomeadamente ao nível da protecção do ambiente, sensibilização e cidadania. Com a Carta de Princípios para uma Mobilidade Sustentável, a Fertagus assume o compromisso de integrar as responsabilidades económicas, sociais e ambientais na gestão do seu negócio, de forma a contribuir para o Desenvolvimento Sustentável. A Carta de Princípios resultou de um trabalho de consulta a diversos grupos e entidades com o objectivo de reunir um conjunto de linhas orientadoras para a promoção de uma mobilidade sustentável.

Este Prémio é atribuído também pelo alargamento da permissão do transporte das bicicletas, nos seus comboios a partir de agora sem quaisquer restrições de horários.

 

Autarquias

Câmara Municipal de Vila Real de Santo António – Pelo incentivo da utilização da bicicleta como forma de mobilidade alternativa ao automóvel e de promoção turística e comercial da cidade de Vila Real de Santo António no outro lado da fronteira através das ciclovia Vila Real de Santo António – Monte Gordo e na freguesia de Cacela. Recebe o prémio também pela concretização do projecto de disponibilização de bicicletas para uso gratuito entre outros projectos em execução para a mobilidade que vieram complementar a aposta da Câmara Municipal na construção de ciclovias no concelho, que se estendem já por mais de 30 km que integrarão a eco-via do Algarve e futuramente o projecto Eurovelo.

Câmara Municipal da Moita – Sensibilizada pelas questões que se prendem com a mobilidade sustentável e consequentemente com a qualidade ambiental na sua dimensão urbana e humana, a Câmara Municipal da Moita tem vindo desde 2003 a reflectir e desenvolver acções em prol deste objectivo construindo ciclovias à medida que recupera a frente ribeirinha (no estuário do Tejo), actualmente com cinco ciclovias, sendo a mais exemplar a ciclovia que faz a ligação à praia fluvial do Rosário.

A Autarquia decidiu rever a sua estratégia para a mobilidade sustentável e está a elaborar um Plano Municipal de Percursos Pedonais e Cicláveis para o Concelho. Este Plano tem como objectivo principal, a promoção da deslocação a pé e de bicicleta como meio de transporte diário, coordenado com outros meios de transporte. O plano tem também como intenção ligar e melhorar os percursos existentes, articulá-los com os principais interfaces de transporte, zonas de comércio e serviços, disponibilizar infraestruras de apoio para as bicicletas, nomeadamente colocação de parques de estacionamento (abertos e fechados) e guias nas escadarias públicas das passagens desniveladas.

Estas medidas compreendem acções e obra a desenvolver até 2012 e abrangem intervenções de espaço público que visem a redução e/ou regularização de tráfego automóvel e estacionamento com consequente melhoria da mobilidade pedonal, definição de zonas pedonais e cicláveis.

 

Pessoas Individuais / Individualidades

Leonel Mendonça – Leonel Mendonça, condutor de autocarros de passageiros na cidade de Lisboa utiliza a bicicleta para a sua deslocação casa (Massamá) – trabalho (Miraflores) e trabalho (Cabo Ruivo) – casa, arrumando a bicicleta articulada na traseira do seu banco de condutor e realizando todas deslocações que necessita de bicicleta, perfazendo um total diário de 20 quilómetros, o que é um exemplo de mobilidade em bicicleta.

Pela influência na sensibilização e consciencialização dos seus colegas motoristas sobre os cuidados a ter, aquando da abordagem, com todos os utilizadores de bicicleta durante a condução de trabalho, que com eles partilham a via pública, de que têm resultado frutos, que os utilizadores de bicicleta na cidade de Lisboa reconhecem.

Leonel Mendonça coordena os cursos que a FPCUB lecciona gratuitamente para todos os que querem aprender a andar de bicicleta ou a circular na cidade com segurança.

 

Anexos: